Tudo o que não sabes

from by HANGING BY A NAME

/

lyrics

essa expressão que tu trazes vestida no rosto
de quem sempre teve pessoas a gosto
pra limpar o chão que pisas com desdém

parida da vida sem preocupações que levaste
sem consumições que te moam ou gastem
o esmalte que em teus dentes brilha tão bem

seguro nos trapos que te diferenciam dos outros
os loucos os que se entornaram na luta
diária labuta daqueles que não tem

desenhas no ar com palavras que não compreendes
falas do povo, da arte, das gentes
sem nunca teres dado a mão a ninguém

E de lá de cima do alto da sabedoria
que supões ser tua, cagas poesia
como se não devesses nada a ninguém

altivo nessa tua bolha de convencimento
que convence alguns mas que mostra o intento
de esconder a fraude que sabes bem ser

de barro, nos teus pés
estala o verniz lentamente
és o que és
um tigre que rosna sem dentes

e a paz que encontras
n'aceitação servil dos outros que te mantém
é parco almoço
pra um pobre monstro de papel que não se sustém


como eu te vejo
muitos outros
também conseguem ver

tudo o que não sabes
não te pode ofender
meu pobre tigre de papel que não sabe morder
tu vais morrer pela tua própria mão
sozinho caído no chão
arrefecer


e nessa bola de cuspo e gente fazedores de opinião
um sociopata demente reina sorridente de ceptro na mão
um camaleão sem rosto que a gosto faz a revolução
com panaceias no bolso, um profeta feito de papelão

credits

from A areia na engrenagem, released December 24, 2015

tags

license

about

HANGING BY A NAME Coimbra, Portugal

HANGING BY A NAME is first and foremost the result of the collaboration of the three musicians that make up the band. Duarte Feliciano (Guitar and Vocals), Adílio Sousa (Bass Guitar) and Renato Costa (Drums) are a trio by choice, not by accident. A complex alternative power rock framework, that aggregates music with literature, visual arts giving birth to something new and full of individuality. ... more

contact / help

Contact HANGING BY A NAME

Streaming and
Download help